segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Serpenses Ilustres (Figuras da nossa Terra) V

Manuel Francisco Bentes, nasceu em Serpa em 3 de Abril de 1885 num prédio da Rua dos Cavalos que também dá para a Rua do Governador em que à esquina tem uma janela de meios arcos. 
Frequentou a escola de Belas Artes de Lisboa e de Paris.
Em 1905 vai para Paria onde viveu cerca de 30 anos, a ele se juntam outros nomes da cultura portuguesa entre ele Eduardo Viana, Amadeu de Sousa Cardoso, Diogo de Macedo, Dório Gomes.
Regressa a Portugal nos anos 40 onde começa a leccionar em Lisboa e em Évora sendo nomeado em 1950 conservador da secção de pintura do  Museu do Paço Ducal de Vila Viçosa.
Fez várias exposições na país e no estrangeiro onde ganhou diversos prémios. Está representado nos Museus Soares dos Reis, nas fundações Calouste Gulbenkian e Casa de Bragança e em vários Museus Municipais.
Manuel Bentes faleceu em Portalegre a 26 de Junho de 1961 tendo os seus restos mortais sido trasladados para o cemitério de Serpa em 1968.